Av. Sapopemba, 5732 Vila Guarani

Rua: Baquiá, 100 Vila Carrão

São Paulo - SP

ORTODONTIA

October 16, 2016

 

 

O que é tratamento ortodôntico?

É o tratamento feito pelo ortodontista para solucionar os problemas de dentes mal posicionados ou de desarmonias faciais trazendo vários benefícios. O tratamento pode ser realizado com aparelhos fixos ou removíveis, dependendo da indicação para cada caso.

 

Em que idade deve ser realizada a primeira consulta ao ortodontista?

Apesar de não existir idade mínima para realizar a primeira consulta ao ortodontista, a época mais oportuna para se procurar um ortodontista é no começo da troca dos dentes de leite pelos dentes permanentes, ou seja, no início da dentição mista.   

 

O paciente adulto poderá se submeter ao tratamento?

Sim. Não existe idade máxima para a realização de tratamento ortodôntico, embora no paciente adulto alguns cuidados especiais devam ser tomados, principalmente em relação aos tecidos de suporte dos dentes, que podem chegar a contra indicar o tratamento. Este pode ser mais lento e limitado, devido a falta de crescimento, problemas periodontais, perdas de elementos dentários e maior comprometimento das estruturas dentárias devido a próteses ou restaurações extensas.

 

Quando da necessidade de tratamento, quais os benefícios além da estética?
A função principal do tratamento ortodôntico é restabelecer a oclusão dentária (perfeito engrenamento dos dentes superiores e inferiores), que é fundamental para a correta mastigação e, conseqüentemente, adequada nutrição e saúde bucal. Com o restabelecimento da oclusão, evitam-se problemas de respiração, deglutição, fala e da articulação temporo-mandibular.

 

Se os pais possuem má posição dos dentes, o mesmo pode ocorrer com os filhos? 

Sim. Apesar de o problema genético ser um dos fatores do aparecimento da má oclusão nos filhos, outros fatores podem levar o tratamento ortodôntico, como respiração bucal, sucção prolongada de dedo ou chupeta, deglutição atípica e anomalias dentais.

 

Qual o melhor: aparelho fixo ou aparelho removível?

Os dois tipos de aparelho funcionam bem desde que bem indicados. Normalmente os aparelhos removíveis são mais indicados antes da chegada de todos os dentes permanentes. Para que o aparelho removível atinja seu objetivo é necessário que o paciente seja colaborador e use o aparelho na maior parte do dia. O aparelho fixo tem um resultado mais previsível por não contar tanto com a colaboração do paciente. Normalmente o tratamento com aparelhos fixos são mais rápidos do que com os removíveis. Por outro lado o paciente que utiliza o aparelho fixo deve tomar maior cuidado com a alimentação e com a higiene bucal.

 

Quais são os tipos de aparelhos?

Os aparelhos podem ser divididos em dois grupos: o fixo e o removível. 0 aparelhos fixos são unidos aos dentes através de uma substância adesiva ou cimento; são compostos por bráquetes (metálicos, plásticos ou cerâmicos), tubos e anéis, que suportam o arco metálico responsável pela movimentação dentária. Permitem maior movimentação dos dentes e independem da colaboração do paciente.

 

Já os aparelhos removíveis são encaixados na boca, podendo ser retirados pelo paciente ou pelo ortodontista, e dependem da colaboração do paciente. Podem ser ortodônticos, os quais realizam pequenas movimentações dentárias, ou ortopédicas, utilizadas nas correções esqueléticas (ósseas).

 

Aparelhos ortodônticos causam manchas ou cáries nos dentes?

Normalmente não. Estes problemas só ocorrem nos pacientes que negligenciam a higiene bucal durante o tratamento. Todos os pacientes recebem instruções sobre como fazer a limpeza dos dentes e do aparelho e orientação para manter uma alimentação adequada durante o uso dos aparelhos. Hoje existem materiais que previnem as cáries, como a "cola" utilizada para fixar os aparelhos fixos - já vem com flúor incorporado em sua fórmula, o que previne a descalcificação do esmalte dentário.

 

Existe algum risco no tratamento?

Quando o tratamento é bem planejado e executado por profissional qualificado, não existem riscos maiores ao paciente, desde que este siga todas as instruções dadas, principalmente no aspecto de higiene bucal, pois os detritos podem causar problemas gengivais, periodontais, manchas brancas ou, mesmo, cáries dentárias.

 

Quanto tempo demora em média o tratamento?

É difícil de prever o tempo de um tratamento ortodôntico, pois este depende de vários fatores, como respostas biológicas individuais, tipo de má oclusão, tipo de aparelho utilizado e colaboração do paciente. Um tempo médio é de vinte e quatro a trinta meses de tratamento ativo.

 

Existe a possibilidade de os dentes retornarem à posição original após o tratamento ortodôntico?

 À posição original, não. Podem ocorrer pequenas acomodações pós-tratamento, que podem estar ligadas ao crescimento e às alterações funcionais. Essa tendência é normalmente bem controlada e minimizada através de um bom planejamento, de perfeita execução da técnica ortodôntica, bem como da utilização correta dos aparelhos de contenção.

 

É necessário o uso de aparelho removível após o uso de aparelhos fixos?

Após a correção dos dentes mal posicionados através dos aparelhos fixos é necessária à contenção da posição dos dentes por um determinado tempo. Isto é feito para que os tecidos ósseos e gengivais se adaptem às mudanças na posição dos dentes. A contenção pode ser feita com aparelhos removíveis ou fixos (os fixos são colados na parte interna dos dentes). No caso onde são indicados aparelhos removíveis para contenção do tratamento ortodôntico é fundamental a colaboração do paciente para a estabilidade do tratamento.

 

É dolorido?

O tratamento ortodôntico, no início, causa certa sensibilidade, principalmente na fase de colocação do aparelho. Após essa fase, existirá algum desconforto para o paciente cerca de 20 a 48 horas após os ajustes praticados pelo ortodontista.

 

O que acontece se os problemas ortodônticos não forem tratados?

Dentes mal posicionados podem facilitar o aparecimento de cáries, doenças gengivais, perda de osso ao redor dos dentes, alterações da fala

e problemas funcionais. Dentes para frente são mais sujeitos a traumas e fraturas. Dentes desalinhados podem prejudicar a autoestima do indivíduo.

 

Esses são alguns esclarecimentos sobre o tratamento ortodôntico.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

LENTE DE CONTATO DENTAL

October 16, 2016

1/1
Please reload

Posts Recentes

October 16, 2016

October 16, 2016

October 16, 2016

October 16, 2016

October 16, 2016

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags